1. Descubra por que pernas e pés ficam inchados

    De manhã está tudo bem. Mas basta ficar algumas horas em pé ou sentada e pronto: você sente o desconforto, os sapatos começam a apertar e andar parece mais difícil. Não é impressão sua. O inchaço nas pernas e pés é bastante comum nas mulheres. O sangue que desce para os membros inferiores tem dificuldade de subir novamente e então vem o desconforto.
    Veja algumas causas para o inchaço nas pernas e pés. Descubra que até o que você come pode interferir no problema.

    1. Problemas de circulação. Como você leu acima, o processo circulatório é o causador do inchaço. Se você tem algum fator hereditário relacionado a isso, é bom começar a se cuidar desde agora. Alongar-se, fazer pequenas pausas para esticar ou relaxar as pernas e comer pouco sal são alguns hábitos que podem ser mudados hoje mesmo.
    2. Má alimentação. Sim, o sal pode ser um vilão para o inchaço de pernas e pés. Isso porque o sódio presente no sal é responsável por regular a quantidade de água das células. Se você consome muito sal, as células retém mais água. Na prática, a sensação de inchaço é ainda maior. É a famosa “retenção de líquido” que também leva sobrepeso. Vale reduzir o consumo de sal e apostar em outros temperos para deixar o prato mais saboroso. Converse com um nutricionista para diminuir o consumo de sal na sua dieta.
    3. Calor. Você ama o verão, mas o inchaço é quase inevitável. O consumo de água é maior e por causa disso o corpo “armazena” mais líquido. Uma boa dica é investir em sapatos mais confortáveis e abertos para sentir menos o efeito do inchaço.

    Uma dica que vale para o ano todo: massagens diárias nas pernas e pés. A Natuphitus desenvolveu a Loção Suavizante para Pernas e pés pensando em levar mais bem-estar e relaxamento para essa região do corpo. Formulada com castanha-da-índia, que auxilia na melhora da circulação, a loção também tem mentol e cânfora, que proporcionam uma deliciosa sensação de frescor prolongado.


  2. Mitos e verdades sobre a pele oleosa

    Acne, espinhas, cravos e aquela sensação de que o rosto está “brilhando”. Quem tem pele oleosa sabe bem que a rotina de cuidados diários requer um esforcinho extra. No geral, este tipo de pele é hereditário, tem a ver com as características genéticas da sua família. Mas a pele também pode ficar oleosa em dias mais quentes ou com o uso inadequado de produtos de beleza. Fatores hormonais, como a TPM, afetam a produção das glândulas sebáceas – por isso mesmo quem tem pele mista ou seca pode senti-la mais oleosa durante o ciclo menstrual.

    Quais são os cuidados com a pele oleosa? Receitas caseiras funcionam? Veja alguns mitos e verdades sobre o assunto.

    1. Pele oleosa não precisa de hidratante.
    Mito. Toda pele precisa de hidratação! A diferença está no tipo de produto que você deve utilizar. Opte por cremes de textura leve e oil free, como o Creme Nutritivo Facial da Natuphitus. Produtos cuja composição não leva nenhum tipo de óleo são absorvidos mais rápido pela pele e contribuem para promover uma textura aveludada. Tudo isso sem deixar de lado os cuidados essenciais.
    2. Receitas caseiras ajudam a diminuir a oleosidade.
    Mito. Em casa, a única coisa recomendada é ter uma boa alimentação. Menos óleo, menos frituras e comidas mais nutritivas ajudam a manter a pele saudável e reduzir a oleosidade. Fora isso, fuja de máscaras caseiras e receitas milagrosas, que podem fazer efeito contrário e também prejudicar a pele.
    3. Só hidrate a pele se sentir ressecamento.
    Outro mito. O melhor momento para aplicar o creme oil free é após o banho. Os poros estão mais abertos e a absorção é ainda mais rápida. Se você tem pele oleosa e não costuma passar hidratante no rosto, é hora de rever este hábito. A hidratação natural produzida pelas glândulas sebáceas – em excesso, neste caso – não tem todos os nutrientes que a derme precisa para ficar saudável.

    O Creme Nutritivo Facial da Natuphitus tem uma fórmula super balanceada, que pode ser usada diariamente em todos os tipos de pele, inclusive as oleosas. Sua formulação tem vitaminas B5, B3 e colágeno. Juntas, atuam na hidratação profunda e garantem a produção de colágeno essencial para manter a elasticidade natural da pele. Ficou curiosa?
    Visite nossa loja online e conheça o produto: http://www.natuphitus.com.br/loja


  3. É preciso lavar os cabelos todos os dias?

    Se você acompanha as notícias sobre beleza, sabe que a resposta para esta pergunta não parece tão simples. Há quem acredite que lavar os fios todos os dias pode ser prejudicial, pois retira a oleosidade natural. Também há quem defenda a higiene diária como fator fundamental para ter cabelos sempre leves e cheios de brilho.
    A resposta mais adequada, portanto, seria “depende”. Depende do seu tipo de fio, da sua rotina e dos produtos que você usa. Quem tem cabelos mais secos certamente não sente necessidade de lavá-los todos os dias. Quem sofre com oleosidade, por sua vez, precisa da lavagem frequente para garantir cabelos mais bonitos.
    Também há um terceiro grupo: aquelas mulheres que sentem-se melhor ao lavar os cabelos diariamente. É como se o banho precisasse disso. E pode precisar: tudo depende de como você se sente!
    Pensando nas diferentes necessidades de todas as mulheres, a Natuphitus desenvolveu uma linha capilar à base de babosa. A babosa é um poderoso extrato natural que ajuda a limpar e amaciar os fios com suavidade. Por isso é ideal para o uso diário, em todos os tipos de cabelos: secos, oleosos, mistos, quimicamente tratados…
    A linha conta com o Shampoo Yabae Babosa e o Condicionador Yabae Babosa. O shampoo promove limpeza profunda, suave, do couro cabeludo às pontas. A babosa ainda ajuda a manter a sensação de frescor e cabelos limpos por mais tempo. O condicionador atua na hidratação: é porque a babosa tem um superpoder hidratante que não deixa os fios pesados. Também ajuda bastante no controle do frizz em cabelos que sofrem com a umidade, chapinha ou secador.